Quantidade de Páginas visitadas

Assunto : ALUNOS DO 2º B FAZEM TRANSPLANTE DE MUDAS DE ALFACE

Após a produção de mudas de alface na sementeira do Colégio Agrícola, os alunos do 2º Ano B do Projeto Horta e a professora agrônoma Jussara Conti, responsável pelas aulas, fizeram o transplante das mudas em um canteiro ao ar livre.

Os alunos tiveram a oportunidade de dar prosseguimento ao projeto executando o plantio definitivo no solo e esperar aproximadamente 50 dias para o consumo. De acordo com a engenheira agrônoma, quase 100% da produção de hortaliças cultivada na escola é orgânica.

Para mais informações acerca deste projeto, é só acessar a página do Facebook do colégio (Assessoria Colégio Agrícola de Toledo). Lá, você pode assistir a reportagem, intitulada "Projeto Horta".

Assunto : ASSESSORIA AGRADECE A TODOS OS USUÁRIOS DO SITE DO CAET

Assunto : CONTEÚDO DE GEOMETRIA ANALÍTICA É UTILIZADO PARA DEMONSTRAR A APLICABILIDADE DA MATEMÁTICA NO COTIDIANO

Para despertar o gosto pela matemática por meio da aplicabilidade da disciplina, o professor Marcelo Luiz de Souza implementou um trabalho com os alunos dos 3º Anos que favorece a observação da funcionalidade da matemática no cotidiano dos estudantes. “É preciso que os educandos percebam a importância dos cálculos no seu dia a dia”, explica o docente.

Para orientar os alunos acerca da abrangência que a matemática alcança, foi proposta a utilização dos conteúdos de geometria analítica, com a utilização dos conhecimentos do Plano Cartesiano do Físico e Matemático, René Descartes. Dentro da prática da geometria os discentes do CAET puderam trabalhar com a Arte, usando coordenadas e observando suas dimensões e proporcionalidades.

Segundo informou o professor responsável pela atividade, a proposta ajuda os alunos a assimilar com mais facilidade o conteúdo de matemática, à medida que eles consigam vislumbrar a praticidade que ela proporciona em praticamente tudo nesta vida. Conforme observou o engenheiro agrônomo Willian Tessoni, é fundamental que as pessoas consigam enxergar a matemática no mundo em que vivemos. “É possível você visualizá-la nas medidas de um balcão, na estrutura de uma sala de aula e até na observação da natureza”, completa ele.

De acordo com Marcelo, é preciso demonstrar que existe a funcionalidade da matemática em todas as áreas do conhecimento, tirando a concepção de que ela seja algo abstrato. Dessa forma, este trabalho oportuniza aos alunos construírem um produto que demonstre o que o discurso em sala está dizendo.

Os educandos confeccionaram cartazes com a manipulação espontânea de vários símbolos que compõem o universo da Agropecuária. Com o uso da criatividade, os alunos desenharam desde um peru, até uma colheitadeira com a aplicação do plano cartesiano. Após a execução da tarefa, os trabalhos foram expostos para apreciação de todos e para a avaliação do professor que escolherá o melhor de cada sala. Os autores dos trabalhos que se destacarem serão premiados com um brinde ainda a ser definido.






CRITÉRIOS DA ATIVIDADE


Os trabalhos devem ser realizados seguindo alguns critérios como parâmetros para a avaliação. Serão analisados pelo professor os seguintes princípios em ordem de importância para a nota que vai de zero a vinte, compondo parte da nota deste primeiro bimestre:

1º - Dimensionalidade

2º - Proporcionalidade

3º - Medições

4º - Escala

5º - Criatividade



Por Roberto Crepaldi Dias - Jornalista

Assunto : COMUNICADO AOS PAIS

Assunto : CAET CULTIVA FRUTÍFERAS EM PROJETO DE PARCERIA

No Colégio Agrícola há um pomar demonstrativo de frutíferas em parceria com a Secretaria de Estado da Educação e Prefeitura de Toledo. Neste dia 27 de abril, o coordenador de curso, Willian Tessoni, levou os alunos do 3º Ano B para uma aula a campo para conhecer o processo do cultivo no horto. Com o acompanhamento didático-pedagógico do educador Tessoni, os estudantes conheceram alguns detalhes do projeto, como análise de solos e o desenvolvimento dos frutos produzidos, entres outras variáveis do programa.

A proposta é ter um espaço que incentive o fruticultor a usar técnicas adequadas a cada cultura, estimulando a população a cultivar frutas nas suas propriedades ou até em sua moradia. De acordo com o coordenador, o CAET serve como um centro de pesquisa para a região Oeste. “Este ambiente auxilia como um laboratório de pesquisa e análise de diversas frutíferas como uva, laranja, pêssego, maçã, manga e outros frutos”, relaciona.

Os resultados do trabalho são apresentados à sociedade que se interessar. A implantação do pomar tem a participação dos alunos do colégio, funcionários, professores e técnicos da prefeitura de Toledo. Após a colheita, as frutas serão destinadas ao consumo no refeitório da instituição.



Por Roberto Crepaldi Dias – Jornalista (fonte: projeto do colégio)













Validador

CSS válido!

Secretaria de Estado da Educação do Paraná
Av. Água Verde, 2140 - Água Verde - CEP 80240-900 Curitiba-PR - Fone: (41) 3340-1500
Desenvolvido pela Celepar - Acesso Restrito