Quantidade de Páginas visitadas

Assunto : CAET REALIZA A PRIMEIRA SIMULAÇÃO DO PLANO DE ABANDONO DA BRIGADA ESCOLAR DE 2017

A simulação geral do plano de abandono do Colégio Agrícola foi realizada na quinta-feira, dia 27 de abril. Depois de vários treinamentos com os funcionários, professores e alunos, os brigadistas escolares do Colégio Agrícola de Toledo, William Antonio Tesoni Barros, Roberto Crepaldi Dias, Ieda Risse Konzen, Marisa Terezinha Follmann, Simone Aparecida Fávado da Silva e demais colaboradores da brigada organizaram o plano de abandono com toda a equipe da escola e alunos, considerando os pontos de riscos e a trajetória a ser percorrida por todos, até ao ponto de encontro na quadra do colégio.

A organização de como seria realizada a evacuação foi feito por meio de reuniões em separado com os funcionários, professores e alunos.

Com as disposição prévia da equipe de pátio, o alarme foi acionado. Assim, os funcionários e os alunos com seus respectivos professores se dirigiram ao ponto de encontro seguindo a orientação do pessoal designado nesta função.

Ao chegar ao ponto de encontro, a equipe responsável deu as orientações para a organização das turmas no interior da quadra de esportes. Os professores das turmas fizeram a chamada para a verificação se todos estavam presentes e em segurança.

Agora, uma nova simulação está marcada para o treinamento de evacuação dos alunos alojados na escola. Além disso, os responsáveis na brigada escolar, vão agendar um treinamento de primeiros socorros com profissionais da área para preparar a equipe de brigadistas para outras situações de riscos como picadas de cobras, cortes, ataques epiléticos, convulsões, fraturas e outros riscos aos quais os alunos e equipe de educadores podem, eventualmente, estar expostos.



Por Roberto Crepaldi Dias - Jornalista




Assunto : BALEIA AZUL: UMA NOVA PREOCUPAÇÃO PARA OS PAIS

No Brasil, 1 em cada 10 adolescentes de 11 a 17 anos acessa conteúdo na internet sobre formas de se ferir - e 1 em cada 20, de se suicidar, segundo o Centro de Estudos Sobre Tecnologias da Informação e Comunicação.

Depois de postar em sua página no Facebook a frase "a culpa é da baleia", um adolescente de 17 anos tentou se jogar do viaduto sobre a Rodovia Marechal Rondon, em Bauru, interior paulista. Trata-se de mais um caso sobre o jogo viral de internet Baleia-Azul, que incita a suicídio e mutilações e já causou alertas policiais e de saúde em oito Estados (SP, MG, MT, PE, PB, RJ, SC e no PR).

A Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre emitiu 10 sinais que pode demonstrar que uma pessoa esteja envolvida com isso:

falas sobre morte e suicídio, mesmo que indiretamente, como vontade de “sumir”, “desaparecer”, “ir embora”;

– isolamento (afastar-se da família, dos amigos);

– perda do interesse em atividades que costumava fazer;

– perda do interesse nas pessoas;

– mudanças no hábito de sono (insônia ou aumento das horas dormindo);

– mudanças dos hábitos alimentares (perda ou aumento de apetite);

– irritabilidade, crises de raiva;

– piora no desempenho escolar, recusa a ir à escola;

– comportamentos autodestrutivos (automutilação, uso de álcool e Drogas, exposição a situações de risco);

– ter tentativas de suicídio anteriores e sinais de automutilação.




Assunto : PROJETO DE HORTICULTURA, INICIADO EM 2016, FINALIZA A CONSTRUÇÃO DE MAIS UMA ESTUFA PARA O CAET

O Colégio Agrícola de Toledo conta agora com quatro estufas para a produção de hortaliças e outros cultivares. Até o ano passado, a escola tinha à disposição três espaços destinados para o cultivo de flores, ervas medicinais, mudas de árvores e mudas para a horta da fazenda escola.

Com a necessidade de ampliação do setor produtivo do CAET, a direção de Unidade Didática Produtiva (UDP) aprovou e incentivou a construção de mais uma estufa direcionada especialmente para aumentar a produção de mudas de hortaliças. O diretor de UDP, Marlon Vieira, disponibilizou alguns funcionários para implementar a construção da estufa que tem, aproximadamente, 50 metros quadrados.

“A construção de mais esta estufa tem como prinpício a evolução de um ambiente propício para o desenvolvimento do sistema de ensino e aprendizagem”, disse o presidente do Grêmio Estudantil, Jhonathan Favero. Para que fosse concretizado o empreendimento, que teve seu início no final do ano passado, o Grêmio do CAET repassou R$ 1.050 para a compra de materiais como estrutura de ferro em forma de arco, cobertura plástica e sombrite.

Além do incentivo da direção, o projeto de construção ainda teve a participação dos alunos do 3º ano A. A professora Jussara Conti, que lecionou em 2016 na escola, foi quem ficou à frente dos trabalhos até o final daquele ano, inclusive no tempo em que todos os materiais necessários foram adquiridos.

Agora, com a finalização dos trabalhos de cobertura, falta apenas a instalação do sistema de irrigação para que o CAET já possa produzir mais e melhor.



Por Roberto Crepaldi Dias - jornalista




Assunto : CURSO DE COMUNICAÇÃO E USO DE MÍDIAS FAZ UM RESGATE DE BRINCADEIRAS ANTIGAS PARA SERVIR COMO CONTRAPONTO À CULTURA DIGITAL

O curso de Comunicação, Cultura Digital e uso de Mídias desenvolveu uma atividade diferenciada a um grupo de alunos do 1º ano.

Depois da aplicação da aula teórica no laboratório de informática, os mediadores do curso, Juelmir Bellaver e Roberto Crepaldi, levaram os estudantes para fazerem algumas atividades recreativas, com o objetivo de mostrar aos educandos um pouco das brincadeiras que faziam parte da vida dos seus pais.

Os alunos saíram um pouco do foco das tecnologias digitais, tendo a oportunidade de perceberem que o mundo virtual é apenas mais um meio de comunicação e entretenimento e que a prática de brincadeiras antigas fazem do relacionamento algo mais próximo e mais sadio.

São momentos em que há um resgate, tanto dos relacionamentos mais humanizados, quanto de uma comunicação frente a frente, mostrando que há felicidade muito além do pequeno retângulo do visor do celular.




Assunto : ETAPA DO PROJETO DE HORTICULTURA ENSINA SOBRE DOSAGEM DE ADUBAÇÃO

Em fase de produção, os canteiros do colégio Agrícola estão sendo manejados para receber o replantio de mudas de hortaliças.

O professor de Horticultura e Produção Vegetal, Luiz Angelo Fillus, dividiu as turmas dos 2º anos e trabalha com os alunos no projeto de Horticultura do CAET.

Nesta etapa do projeto, o professor está ensinando sobre a quantidade de adubo a ser aplicado nos canteiros. Daqui a mais alguns dias, os estudantes dos 2º anos já estarão transplantando, inicialmente, mudas de alface e chicória.

A prática de produção de hortaliças serve como aprendizagem dos alunos, onde eles podem aplicar tanto na assistências a futuros produtores ou até mesmo para seus próprios projetos profissionais.















Validador

CSS válido!

Secretaria de Estado da Educação do Paraná
Av. Água Verde, 2140 - Água Verde - CEP 80240-900 Curitiba-PR - Fone: (41) 3340-1500
Desenvolvido pela Celepar - Acesso Restrito